A nossa cara

Teste detecta Alzheimer antes dos primeiros sintomas

0

Um grupo de Cientistas da University College London – Universidade de Londres – desenvolveu um teste para detectar o Mal de Alzheimer sete anos antes de os primeiros sintomas aparecerem. Isso mesmo, sete anos antes de você se pegar esquecendo as coisas. Estamos falando de um teste de memória simples – que consegue reconhecer a doença antes de ela causar estragos irreversíveis.

Segundo o novo método proposto pelos pesquisadores, é necessário ficar atento à capacidade de guardar informações depois de uma semana para detectar as primeiras mudanças cognitivas dos possíveis pacientes.

Alzheimer é a causa mais comum de demência, responsável por 70% dos casos. A doença não tem cura e a maioria dos medicamentos para conter a diminuição da capacidade cognitiva dos pacientes não surte efeito – 99% dos remédios testados nos Estados Unidos entre 2002 e 2012 falharam, de acordo com a Clínica Cleveland. Estudos recentes demonstram que essas alterações cerebrais já estariam instaladas antes do aparecimento de sintomas demenciais. Por isso, quando aparecem as manifestações clínicas que permitem o estabelecimento do diagnóstico, diz-se que teve início a fase demencial da doença.

Até então a única maneira de controlar, o avanço da doença, é por meio do diagnóstico precoce. A grande maioria dos pacientes descobre que tem Alzheimer quando os sintomas já estão agravados, o que dificulta os tratamentos para barrar seu avanço. Quem sabe, com essa recente descoberta, poderemos estar a um passo de um grande avanço na área da saúde do nosso cérebro.

Estima-se que existam no mundo cerca de 35,6 milhões de pessoas com a Doença de Alzheimer. No Brasil, há cerca de 1,2 milhão de casos, a maior parte deles ainda sem diagnóstico.